Política

em 25 abril, 2019

Fim do horário de verão no Brasil

Foto: Assinatura do decreto que revogou o do horário de verão - Foto: Antônio Cruz/Agência Brasil

A partir deste ano não mais terá horário de verão no Brasil. O decreto que extingue a medida foi assinado hoje (25) pelo presidente Jair Bolsonaro, em cerimônia no Palário do Planalto. Confirma o que ele disse no dia 5 de maio. 

Decisão tomada após recomendação do Ministério de Minas e Energia, que identificou não representar mais economia de energia, enquanto afeta o relógio biológico das pessoas, de acordo com estudos realizados na área da saúde.

Explicou Ricardo Cyrino, secretário de Energia Elétrica do ministério, segundo a Agência Brasil:

- Com a evolução da tecnologia, iluminação mais eficiente, entrada de ar-condicionado – que deslocou o pico de consumo para as 15h – e também a substituição de chuveiros elétricos [por aquecimento solar, por exemplo], que coincidia com a iluminação pública às 18h, deixamos de ter a economia de energia que havia no passado e o benefício do alívio no horário de ponta, às 18h.

Em tempo

O horário de verão foi criado em 1931 e aplicado no país em anos irregulares até 1968, quando foi revogado. A partir de 1985, foi novamente instituído e vinha sendo aplicado todos os anos, sem interrupção. Normalmente, o horário de verão começava entre os meses de outubro e novembro e ia até fevereiro do ano subsequente, quando os relógios deveriam ser adiantados em uma hora em parte do território nacional (ABr).

Autor(a): Eliana Lima